quarta-feira, 27 de maio de 2009

Minha Lele



Inspirada por um cálculo do querido amigo Charlie, fui olhar na minha agenda do ano passado e descobri que HOJE FAZ UM ANO QUE CONHEÇO A LELE!
Ou seja, há exatamente um ano eu estava voltando do Fran´s de Moema, onde passei uma tarde divertidíssima com ela e com o Didi.
Por mais que eu tenha esse jeito expansivo e alegre, quem me conhece BEEEM MESMO sabe que tenho meu lado tímido e reservado (coisas do ascendente em Capricórnio), e que às vezes meio que travo pra ir em alguns lugares com gente que não conheço bem. Então, por mais que eu tenha aprendido com meu pai a não ver/amar/me relacionar com a casca, o rótulo ou o status de alguém, devo confessar que não foi a coisa mais tranquila do mundo sair da minha casa pra encontrar os "sarcásticos, impiedosos e ferinos" Didi e Lele, do Te dou um Dado.
GRAÇAS AOS CÉUS que fui, porque o que aconteceu naquela tarde foi um reencontro: além do Didi ser um fofo e que sempre me trata com muita "queridice", eu ganhei uma amiga das melhores que já ganhei naquela tarde.
De 1 ano pra cá nós já rimos, fofocamos, choramos, falamos sério, falamos merda, planejamos coisas e até já fizemos vários trabalhinhos, matérias e até mesmo um blog juntas, "O Demitidas". Generosa, amorosa, calorosa, sensível, sincera e portadora de uma UBER PACIÊNCIA comigo e minha hipersensibilidade. Tem muito a ver comigo, com o que admiro, com a minha vibe. Preza a família e os amigos acima de tudo, é linda, inteligentérrima, ama e defende a língua portuguesa, lê muito, ama filmes, ajuda muito os bichos e as pessoas.
Eu ganhei mais do que uma amiga de verdade, eu ganhei uma irmã mais velha! E nem falo isso levando em conta cronologia- pois quem conhece a Lele sabe que ela é atemporal- mas sim o que uma irmã mais velha deve ser (e eu sei porque sou a irmã mais velha e tento ser assim): aquela que vai na frente e conta como é, a que encoraja, a que te leva pras coisas legais, a que divide com você, a que te ajuda. Além disso ainda me apresentou a amigos que hoje são meus amigos também: que prêmio eu ganhei naquele Fran´s Café, não podia imaginar.
Beijos, beijos, beijos, querida! Obrigada por ser você.

PS: Hoje, antes de eu me dar conta da data, nos falamos por telefone e morremos de rir- principalmente pelo tanto que você já me conhece- amanhã nos veremos e te abraço pessoalmente.
Lele, te amo.

9 comentários:

Sarapa Teo disse...

lindo texto. a lele deve ser tudo isso mesmo, (o que já imaginava que ela fosse).
tenho grande admiração pelo trabalho dela e sou um fã INCONDICIONAL desde o início do TDUD?.
aliás, vcs duas, não tenho a menor vergonha de dizer que SOU MUITO FÃ e espero um dia poder conhecê-las além dos blogs... =D
bjo ENORME pra as duas!!!

Teo.

Lele disse...

ai, cacete. CHOREI NO TRABALHO.

Ludymila disse...

Meus olhos lacrimejaram...
Lindo, lindo Mel!

João V!ctor disse...

Lele Siedschlag, a irmã mais velha mais foda que alguém poderia ter! ^^

яuคηiтø disse...

São de coisas assim que a felicidade é feita. A Lelê eu não conheço, mas se vc gosta, deve ser MARA!!!

bjo Mellícia!!!

Charlie disse...

só tenho uma coisa a dizer! vcs duas me ensinam muito! amo e sinto falta sempre! minha vida mudou depois que conheci a lele...

Papagaio Mudo disse...

Mell,

lindas amizades!
abs,

Gustavo

meligabeijos disse...

Só pra agradecer MUITÍSSIMO pela ajuda sem querer que me deu. Passei anos procurando a banda e sua certa música que tinham me marcado mto, ao assisti-la apenas uma vez. Por total coincidência a música faz o título e o subtítulo do teu blogue.
GRATA!

ABC disse...

Awww :)